Saiba como escolher um bom azeite

Da dieta mediterrânea para todo o mundo, o azeite de oliva ficou conhecido por ser uma gordura “saudável” e acabou se tornando um item indispensável quando o assunto é alimentação equilibrada. Além de deixar a comida mais gostosa, ele tem ação anti-inflamatória, é fonte de antioxidantes e favorece a saúde cardiovascular, além de diversos outros benefícios, que vão desde a saúde da pele até a redução dos riscos de depressão.



Mas você sabe como escolher corretamente o seu azeite? Confira abaixo as características que você deve levar em consideração na hora de selecionar a opção ideal.


Região

O clima influencia no sabor. Por isso, na hora de comprar seu azeite é importante estar atento aos países com tradição na produção deste alimento tão amado. No Brasil, 90% do azeite consumido vem da Espanha, Portugal e Argentina, mas também podem ser encontradas opções vindas da Itália, Grécia e Chile de excelente qualidade. Até mesmo em cada país, há rótulos diferentes para cada região de colheita, conferindo aromas e sabores diversos. No Palato, temos azeites de diversas partes do mundo para você escolher de acordo com a origem.


Tipo

Observando a quantidade de etapas de refinamento, você pode escolher entre extravirgem, virgem e refinado. O mais saudável é o extravirgem, que por ser extraído na primeira prensagem a frio, carrega a pureza de sabor, aroma, antioxidantes e outros nutrientes. Na segunda prensagem, é obtido o azeite virgem, que também é de boa qualidade, mas tem características sensoriais diferentes. E, por último, o refinado, que é o mais barato e popular por precisar ser purificado artificialmente devido à acidez alta. Os mais indicados para consumo frio, em saladas e massas, sem dúvida são o extravirgem e o virgem.


Acidez