• Palato

Panetone: tradição e sabor irresistíveis

Chegou a época mais esperada do ano. Luzes, decoração, presentes e aquela magia de celebrar com os amigos e a família. E, como manda a tradição, temos a presença garantida deste item clássico do Natal em todas as ceias: o panetone! Existem muitas lendas sobre sua origem, mas todas elas remetem a Milão, na Itália. Uma delas diz que teria sido criado por um padeiro chamado Toni que, apaixonado pela filha do seu patrão, teria inventado essa iguaria para impressioná-la. Assim, os clientes começaram a pedir o Pani de Toni, que depois começou a ser chamado de panettone, em italiano.


De acordo com outra versão, ele surgiu no período entre 1494 e 1500, na corte de Ludovico, o Mouro. A sobremesa oficial, que havia sido preparada para o banquete de Natal, queimou ao ser assada. No entanto, um dos empregados da cozinha havia feito uma massa com sobras de ingredientes para levar para sua casa, e acabou oferecendo a iguaria criada por ele à corte, para servir como sobremesa. O jovem empregado se chamava Antonio, assim como o padeiro da versão anterior, e acabou emprestando seu nome a este famoso pão.

Dentre tantas histórias, uma coisa é certa: o panetone traz o gostinho irresistível da tradição natalina, e também por isso é consumido em todo o mundo. Se antes era feito somente com recheio de frutas cristalizadas, hoje somos surpreendidos diversos sabores, que agradam os paladares mais exigentes. Com tantas opções, fica difícil resistir a uma fatia de panetone no Natal, não é mesmo?

Aqui no Palato, nossos panetones são de fabricação própria, produzidos de forma artesanal em nossa padaria, com ingredientes selecionados e muito carinho. A fermentação natural garante a maciez e o gostinho inconfundível da massa, que pode vir acompanhada de 3 recheios diferentes: o tradicional sabor de frutas cristalizadas, a deliciosa experiência do doce de leite ou o irresistível requinte do chocolate belga. Difícil escolher um só, viu?